23 April 2008

Why people shouldn't blog when they're depressed...

Tired...
Very, very tired...
And sore...
I'm not completely unhappy as people might imagine, but i don't feel accomplished, i don't feel good, not while i'm working...
I just feel tired, i count the minutes, the hours...
I can't finish the task i'm attributed, and when i do they don't feel completed, they just feel satisfactory, but just barely
I really need to thank everyone i know, they keep me from dwelling on these thoughts too much...
But i know everybody wonders, why do i stay here, why don't i leave?
Depression is a spiral, it never ends...
And you just feel so worthless, you just think "you deserve this, nobody else will ever want you", and you shy away from possibilities...
I'd walk out, right now!
It's what i most want to do, but i know that if i do, i'll just get home, lie in bed and not move until the next century
B. doesn't understand, he says i'm getting paid to do this i should just do it and not make a mess of things, he says i should look for another job, but that i shouldn't complain so much because my position is secure and that's more than most people have...
lol i make him sound too harsh, he's not

6 comments:

  1. Entendo-te perfeitamente! É difícil mudarmos qualquer coisa na nossa vida, dar aquele primeiro passo que parece assustador. Depois é um ciclo vicioso, não nos sentimos bem porque algo está mal, mas também não temos forças para mudar o que está mal porque andamos deprimidas.
    Uma coisa eu sei, tu tens muito valor, disso nunca podes duvidar e acredita que mais dia menos dia vais ter coragem para dar o primeiro passo. E podes sempre desabafar que é para isso que aqui estamos, para te ler! ;-)

    ReplyDelete
  2. compreendo... um abraço...

    ReplyDelete
  3. Pois, é sempre mais fácil falar do que agir - mesmo que os outros não compreendam.
    Força - um dia destes vais conseguir sair daí!

    ReplyDelete
  4. e o teu CV, já começaste a actualizar?

    Trata disso e já te damos uma ajudinha.
    :o

    E como te compreendo em querer largar tudo e ir para a cama. :)

    ReplyDelete
  5. Já tenho uma primeira versão muito primordial do CV no google documents...

    ReplyDelete
  6. Faço minhas as palavras da ana o.
    E quem está de fora e/ou nunca passou por uma situação semelhante custa mais a entender...
    Eu também me queixava e não me mexia muito, até que um dia!
    Vá, força e trata lá desse CV!!! :)

    ReplyDelete